A Nigéria localiza-se no oeste da África, às margens do Golfo da Guiné. A topografia do país caracteriza-se pela predominância de terras baixas e planaltos.

A região central possui terras mais altas e algumas colinas, enquanto a região sudeste apresenta um relevo montanhoso, a região norte do país possui predominantemente áreas planas.

[b]A Igreja[/b]

O islã chegou ao Norte da Nigéria no século XIX, a princípio pelo comércio das caravanas, mas, posteriormente, pela guerra. A cultura islâmica foi estabelecida de tal modo que pareceu ter sempre existido ali.

Quando o cristianismo chegou, no século seguinte, o islamismo já estava bem estabelecido, com governos islâmicos organizados. O cristianismo foi visto como uma grande ameaça que deveria ser combatida. Isso resultou na perseguição à Igreja.

A Igreja tem crescido em diversas denominações: anglicana, batista e grupos pentecostais. Os líderes cristãos no norte do país sofrem grande pressão econômica e política.

[b]A perseguição[/b]

Constitucionalmente, a Nigéria é um Estado laico com liberdade religiosa. Durante quase 40 anos, o governo no norte deu tratamento preferencial a muçulmanos e discriminou os cristãos. Pouco foi feito para pôr um fim à perseguição e, como resultado, muitas igrejas foram queimadas e cristãos foram mortos.

Embora exista liberdade para evangelizar, há uma forte oposição dos muçulmanos contra aqueles cristãos que procuram praticar este ministério. A oposição islâmica já foi responsável pela morte de muitos mártires, especialmente na região norte do país. Apenas entre 1982 e 1996, ocorreram mais de 18 conflitos de grande escala entre cristãos e muçulmanos no norte da Nigéria. Tais conflitos deixaram um saldo de mais de 600 cristãos mortos e cerca de 200 igrejas incendiadas.

Os Estados não têm permissão para escolher uma religião. Entretanto, desde 1999, a lei islâmica, sharia, foi adotada em 12 Estados do norte. Alguns políticos do norte esperam que a introdução da sharia atraia uma significativa quantidade de grandes investidores de países árabes.

Apesar da garantia de que essa controvertida lei será aplicada somente aos muçulmanos, os cristãos nigerianos e os ex-muçulmanos temem discriminação sob o regime legal.

Sabe-se que as garotas cristãs dos Estados islâmicos do norte são forçadas a usar o hijab, traje muçulmano feminino, quando frequentam uma escola pública. Apesar de as escolas mantidas pelo governo serem obrigadas a ensinar tanto a educação religiosa cristã como muçulmana, as autoridades de muitas partes do norte impedem o ensino do cristianismo.

[b]Motivos de oração[/b]

1. A Igreja nigeriana tem avançado rapidamente. Ore para que o norte do país seja penetrado pelas novas iniciativas evangelísticas.

2. A Igreja ainda não conseguiu impactar significativamente os grandes grupos étnicos, como os hauçás e os fulanis. Ore para que evangelistas cristãos dediquem suas vidas a divulgar o evangelho e utilizem métodos novos e eficazes para alcançar esses grupos, que hoje correspondem a populações demograficamente importantes da África.

3. Missionários na região norte sofrem com a constante perseguição. É extremamente perigoso evangelizar no norte da Nigéria e muitos cristãos têm sido assassinados, pois a região é dominada pelo islamismo. Ore a Deus pedindo ousadia e coragem aos missionários que trabalham na região e interceda também por sua segurança pessoal.

4. A Igreja tem potencial para se tornar uma base de envio de missionários estrategicamente importante. A economia e a grande população nigeriana fazem do país um importante centro de envio de missionários para o resto do continente africano. Os cristãos nigerianos atuam como evangelistas em toda a África, particularmente ao norte do continente. Ore para que as igrejas nigerianas continuem a investir no envio de missionários para todos os países africanos.

5. A Igreja conta com algum interesse do exterior, mas não tanto quanto precisa receber. Ore para que os cristãos de todo o mundo encontrem formas novas e eficazes de cooperar com a Igreja nigeriana a fim de ver o país, o continente e todo o mundo permeado com o evangelho de Cristo.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]