Marília Mendonça, cantora sertaneja
Marília Mendonça, cantora sertaneja

A cantora de música sertaneja secular, Marília Mendonça, falou de momentos de sua vida ontem no talk-show “Lady Night”, apresentado pela atriz e comediante Tatá Werneck, no canal fechado MultiShow.

A cantora comentou sobre traição, a presença de mulheres no sertanejo e sua relação com a religião, revelando que começou a cantar na igreja.

Marília Mendonça não disse qual era a igreja que frequentava, mas disse que hoje não tem religião, apenas acredita em Deus.

“Na igreja que eu ia todo mundo cantava, as adolescentes tinham um playbackzinho, sabendo cantar ou não. Hoje não tenho religião, acredito em Deus. A religião não foi muito legal comigo”, afirma, explicando seus motivos para pensar assim.

Ela revelou que, com 15 anos, durante um período em que ainda estava na igreja, foi obrigada a sair para trabalhar cantando em um bar e que por isso foi muito criticada dentro da igreja.

“Eu fui obrigada a sair para trabalhar com 15 anos. Quando eu cantava num bar, não tinha bebida, eu cantava para trabalhar, e a gente não foi bem aceito por isso na igreja, diziam que eu e minha mãe não seríamos aceitas por Deus de jeito nenhum.”

“As pessoas param de acreditar em Deus porque um falador diz que Deus não gosta de você do jeito que é”, criticou a cantora.

Fonte: UOL