O Papa Bento XVI assegurou nesta quarta-feira que a santidade está ao alcance de todos os homens que “confiam sua vida a Deus”, durante uma eucaristia que concelebrou na Basílica de São Pedro do Vaticano em ocasião da festa católica do Dia de Todos os Santos.

“Para ser santo não é preciso realizar atos extraordinários nem possuir dons excepcionais”, declarou em sua homilia. “Basta simplesmente servir a Jesus, escutá-lo e segui-lo sem perder a fé diante das dificuldades”, acrescentou.

O Sumo Pontífice enfatizou que os biógrafos dos santos “descrevem homens e mulheres que, sendo dóceis ante os desígnios divinos, enfrentaram provas e sofrimentos indescritíveis, perseguições e martírio”.

Mas também “experimentaram a alegria” daquele que se coloca nas mãos de Deus, já que “a verdadeira causa de tristeza ou de desgraça para o Homem é viver longe de Deus”, acrescentou o Santo Padre.

A Igreja Católica celebra no dia 1o de novembro a festa de Todos os Santos, que comemora os santos anônimos ou desconhecidos da cristandade.

Fonte: AFP