Um projeto desenvolvido pela Igreja Luterana de Anastácio, MS, trouxe para o município uma equipe formada por 38 pessoas, entre médicos oftalmologistas, dentistas, enfermeiras, bioquímicos, farmacêuticos e interpretes de vários países para prestarem atendimentos médicos e odontológicos a famílias indígenas e carentes da cidade.

Os atendimentos foram realizados durante toda a terça-feira (16), na APAE (Associação de Pais e Amigos dos excepcionais) e no PSF da Aldeinha.

Parte da equipe mora em Michigan, nos Estados Unidos. Eles ficaram na região prestando atendimentos médicos pelo período de uma semana, foram beneficiados moradores das Aldeias, Bananal em Aquidauana, Cachoeirinha em Nioaque e Aldeinha em Anastácio. O trabalho é voluntário, os médicos dispensam um período de suas férias, pagam suas próprias passagens e trazem equipamentos portáteis, remédios e óculos para os pacientes.

Segundo o morador da Aldeinha e membro da igreja Luterana em Anastácio, Elias Nimbú, este tipo de atendimento vem sendo realizado desde o ano de 2000. No próximo ano outras aldeias serão beneficiadas com os atendimentos. A Aldeia Limão Verde também solicitou a ação no ano que vem.

Fonte: Rádio Difusora1340