O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, desejou “um 2010 de paz e prosperidade” e advertiu que os problemas do mundo residem no afastamento dos caminhos dos profetas, em mensagem aos chefes dos Estados cristãos por ocasião do Ano Novo, informou a imprensa estatal.

“O ano de 2010 será um ano de paz e prosperidade para a humanidade à luz da espiritualidade, da moral e da justiça”, disse Ahmadinejad, citado pela televisão estatal por satélite Press TV.

Ele acrescentou que Jesus foi um milagre divino, o profeta da compaixão e arauto da prosperidade humana. O Corão, livro sagrado dos muçulmanos, relata a vida de Cristo e o retrata como um dos profetas de Deus, mas não como o messias, como aceito pelos cristãos.

“Sem dúvida, o caminho e as doutrinas dos profetas são o caminho rumo à prosperidade, a perfeição, a justiça, a paz e a amizade”, acrescentou.

Ahmadinejad advertiu, no entanto, que “as raízes de todos os problemas sociais, morais e políticos, assim como da recessão econômica, estão no fato de as pessoas terem se afastado do caminho”.

Além disso, expressou seu desejo pela chegada do Mahdi, o messias que, na tradição xiita, chegará ao final dos tempos para impor um reino de justiça e pelo retorno de Jesus Cristo, também previsto pelos xiitas.

Ahmadinejad, cujo governo no último ano foi marcado por confrontos com o Ocidente e a repressão violenta a protestos dentro do país, expressou a esperança de que o Ano Novo seja preenchido com calma, prosperidade e a promoção da dignidade humana.

Fonte: Folha Online