Três paróquias da chamada “Igreja da Irlanda” _ o ramo irlandês da Igreja Anglicana _ solicitaram ser acolhidos no seio da Igreja Católica, junto com outros anglicanos do mundo, informou esta semana, o semanário católico “The Irish Catholic”.

As paróquias anglicanas localizadas nos condados irlandeses de Down, Tyrone e Laois pertencem ao chamado “rito tradicional” da Igreja da Irlanda (Igreja Anglicana Tradicional). Segundo a nota, também anglicanos de outros 12 países assinaram uma carta endereçada ao Vaticano, solicitando “plena união corporativa e sacramental” com a Igreja Católica, sob a autoridade do papa.

Segundo o jornal, embora a decisão afete “algumas centenas de anglicanos na Irlanda, se o pedido for aceito pelo Vaticano, 400 mil anglicanos no mundo poderiam ser admitidos na Igreja Católica”.

Um porta-voz do grupo confirmou ao “The Irish Catholic” que seus componentes esperam ser recebidos “em plena comunhão com a Sé de Roma”, depois da decisão tomada durante a reunião plenária da Comunhão Anglicana tradicional.

Num comunicado da Comunhão Anglicana, se afirma que “os bispos e vigários-gerais estão, unanimemente, de acordo com o texto da carta enviada à Sé de Roma, solicitando a plena unidade”.

“A carta foi assinada por todo o colégio de bispos e confiada ao primaz e a dois bispos escolhidos pelo colégio, para ser apresentada à Santa Sé” _ acrescenta o comunicado. O porta-voz do grupo antecipou que “a carta foi cordialmente recebida pela Congregação para a Doutrina da Fé”, e revelou que o primaz da Igreja Anglicana Tradicional, da Irlanda, dispôs que nenhum bispo conceda entrevistas sobre a questão, enquanto não houver um pronunciamento da Santa Sé a propósito.

Fonte: Rádio Vaticano