Depois de arrendarem a madrugada da Band, os evangélicos estão partindo para cima do SBT _única rede que não tem programação religiosa. A TV de Silvio Santos já recebeu pelo menos uma proposta de igreja. Partiu do missionário R.R. Soares (foto), que paga R$ 4 milhões mensais por 60 minutos no horário nobre da Band.

Como seu contrato com a Band vence no final do ano e a rede acaba de locar sua madrugada para o concorrente Silas Malafaia, Soares busca alternativas.

A negociação de Soares com o SBT, no entanto, não deve prosperar. Executivos da rede até aceitam conversar com evangélicos, mas Silvio Santos, por enquanto, resiste.

Já a Band se abriu de vez para o mercado da fé. No mês passado, vendeu 22 horas da grade da Rede 21, emissora do mesmo grupo, para a Igreja Mundial do Poder de Deus. O negócio deverá render à TV R$ 420 milhões nos próximos cinco anos.

Desde o último dia 1º, o Ministério Silas Malafaia (Assembléia de Deus) ocupa a grade da Band da 1h30 às 7h. Pagará cerca de R$ 7 milhões por mês _ou R$ 336 milhões em quatro anos (duração do contrato).

Com o negócio, a Band tem hoje 40 horas e 30 minutos de programação religiosa por semana, apenas três a menos do que a Record, que pertence à Igreja Universal. A campeã de aluguel de horário a igrejas é a Rede TV!. Tem 58 horas semanais de orações e exorcismos.

Fonte: Folha de São Paulo