A apresentadora Fernanda Lima teve suas imagens no sorteio das chaves da Copa do Mundo vetadas pela TV estatal do Irã na última sexta-feira devido ao vestido que estava usando e recebeu críticas dos iranianos, via redes sociais, por causa do decote.

Ontem e no fim de semana, segundo o site da inglesa BBC, vieram os pedidos de desculpas de compatriotas, indignados com as ofensas.

Segundo o jornal francês “Le Point”, durante o sorteio o canal iraniano pediu desculpas aos telespectadores e explicou os motivos dos cortes na transmissão do evento.

“Faremos o possível para mostrar o sorteio, mas, para ser honesto, o vestido da mulher que apresenta o evento não está nem um pouco de acordo com nossas diretrizes”, disse o apresentador.

No Irã, um rigoroso código de vestimenta obriga as mulheres a usar o véu islâmico.

[img align=left width=300]http://f.i.uol.com.br/fotografia/2013/12/09/343862-970×600-1.jpeg[/img]Após o anúncio do apresentador, alguns internautas do Irã criticaram a brasileira nas redes sociais.

“Sua ignorância em relação à natureza multicultural da Copa do Mundo da Fifa foi impressionante. É uma pena que você não entenda o quão importante era este evento para tantas pessoas”, dizia um dos comentários na internet.

No Twitter, uma caricatura compartilhada por centenas de usuários do Irã mostra um véu islâmico sendo oferecido a Fernanda Lima durante a apresentação.

Outros internautas iranianos, porém, pediram desculpas à apresentadora pelos ataques de seus compatriotas.

“Olá, querida Fernanda. Sou um homem iraniano. Sinto muito pelas palavras rudes que alguns iranianos disseram a você. Eles não representam os iranianos. Desculpe”, disse Hadi Hakim.

A iraniana Banafshe Sharifian afirmou que os que a criticaram não sabem o que é ser um “bom muçulmano”.

“Você tem o direito de usar o que quiser, e os iranianos que escrevem esses comentários deveriam entender que não é sua culpa que o programa não foi exibido na TV iraniana”, escreveu.

[b]Fonte: Folha de São Paulo[/b]