Um dos vídeos recentes da produtora ‘Porta dos Fundos’ acabou rendendo um processo milionário contra o grupo.

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840×500/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/06/25/4037046816-porta-dos-fundos.jpg[/img]Uma associação católica do Rio de Janeiro, chamada ‘Centro Dom Bosco’, entrou com uma ação na 46ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado, pedindo uma indenização de R$5 milhões em razão da publicação do vídeo “O Céu Católico” (Outubro de 2016).

No vídeo, Fábio Porchat e Gregório Duvivier debocham – usando seus personagens – das doutrinas adotadas pelos católicos com relação ao Céu e sugerem que até mesmo Adolf Hitler teria ido para o céu por se declarar “cristão”.

A indenização pode chegar a 5 milhões de reais porque a organização católica pede R$1 para cada visualização que o vídeo tiver no Youtube – que até agora já são mais de 4.880.000.

Esta não foi a primeira vez que o Porta dos Fundos debochou do cristianismo. Em outras produções, como o “Especial de Natal”, por exemplo e “Obrigado, Jesus”, a produtora também distorceu fortemente as histórias e princípios bíblicos.

[b]Fonte: Guia-me[/b]