Para salvar seu “Encontro Marcado”, o apresentador Luiz Gasparetto resolveu apelar a sessões de incorporação de espírito no programa, exibido pela Rede TV!, às 18h.

A primeira experiência ocorreu na última sexta, em edição gravada. A audiência, que oscilava entre um e dois pontos no Ibope, saltou para 2,5. Fez tanto sucesso que a Rede TV! está exibindo chamadas convocando a audiência para o “Encontro Marcado” da próxima segunda, quando Gasparetto promete incorporar ao vivo e atender a telefonemas de aflitos. Ameaçado de sair do ar, o programa foi salvo pelo Além.

No programa de sexta, Gasparetto, que é psicólogo de formação e se define como médium psicopictográfico, incorporou Calunga, seu “espírito mentor”. Durante a sessão, o apresentador fechou os olhos e mudou a voz, falando com sotaque caipira. Ao final do bloco, Calunga se despediu: “Até uma próxima, se me permitirem”.

Filho de Zíbia Gasparetto, grande vendedora de livros de auto-ajuda, Gasparetto descobriu sua “mediunidade” ainda na adolescência, quando teria incorporado espíritos de grandes mestres da pintura. Nos anos 90, rompeu com a doutrina espírita, porque Calunga, seu guia, seria um “preto-velho”, entidade da umbanda.

Até a conclusão desta edição, Gasparetto não havia atendido ao pedido de entrevista feito pela Folha.

Fonte: Folha de São Paulo