O arcebispo de Brasília, d. João Braz de Aviz, promoveu na sexta-feira da semana passada um ato para coleta de assinaturas em favor da campanha “Ficha Limpa” contra a candidatura de políticos em débito com a Justiça.

O objetivo é enviar um projeto de lei de iniciativa popular ao Congresso que impeça a candidatura de políticos com “ficha suja” em todas as esferas de Poder.

O ato, realizado na rodoviária do Plano Piloto, faz parte da segunda etapa da campanha “Filha Limpa”, promovida pela Arquidiocede de Brasília em todo o Distrito Federal.

A OAB-DF (Ordem dos Advogados do Brasil) do Distrito Federal e representantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral também participaram do ato de sexta-feira.

Em todo o Brasil, já foram coletadas cerca de 700 mil assinaturas. Para que o projeto seja apresentado ao Congresso Nacional são necessárias um 1,4 milhão.

Durante a campanha eleitoral do ano passado, a AMB (Associação do Magistrados Brasileiros) divulgou em sua página na internet a relação dos candidatos que respondiam a processos na Justiça. A iniciativa foi alvo de críticas e gerou a campanha por candidaturas de políticos com “ficha limpa”.

Fonte: Folha Online