O Arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto, informou que as dioceses do regional Nordeste 2, que inclui os estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas, estão preparando uma cartilha para orientar o papel da Igreja nas eleições.

O material defende o voto consciente e proíbe religiosos de fazer campanha para os fiéis.

“Não cabe à Igreja se imiscuir-se em política partidária, usando sermões para induzir os votos dos eleitores. Queremos recuperar a necessidade de uma boa escolha. Há candidatos, há propostas, e podemos ter uma participação mais efetiva, mesmo que não se obtenha um resultado imediato, é uma medida a médio, longo e infinito prazo”, disse.

Dom Aldo explicou que, desde a sua chegada à Paraíba, ficou implícita a posição de que a Igreja e as 20 dioceses do Regional Nordeste 2 são contrários à participação de padres na política partidária. “Queremos tentar auxiliar a formação da mentalidade concidadã, mas nunca indicar votos para algum candidato ou partido”, completou.

No mês de agosto, a Igreja Católica centraliza as suas atividades nas questões vocacionais. Um “Encontrão” será realizado no auditório do colégio Nossa Senhora de Lourdes (Lourdinas) para debater o tema. “Temos todos os meses um encontro de acompanhamento dos sinais vocacionais”, anunciou o arcebispo.

Fonte: WSCOM