presidente da Guatemala, Alejandro Maldonado, pediu nesta terça-feira que se esqueça o assunto da ascensão simbólica da imagem religiosa de Jesus Nazareno de la Merced de coronel a general do exército, para não alimentar a polêmica.

“Deixemos o assunto assim porque não quero entrar em uma polêmica desgastante, não para o Estado, mas para a Igreja, que nós temos que respeitar”, declarou o presidente guatemalteco à imprensa.

O anúncio da eventual ascensão foi feito durante a missa do dia 24 de dezembro pelo pároco da igreja de La Merced, na Cidade da Guatemala, Orlando Aguilar, e após isso surgiu uma controvérsia devido ao fato de que as altas autoridades religiosas e governamentais negaram que se tenha feito tal proposta.

A presidência já tinha descartado no fim de semana passado dita ascensão e nesta terça-feira Maldonado assegurou que essa suposta decisão “não aconteceu no Executivo”.

“É extremamente difícil entrar em uma polêmica de dizer e contradizer. Deixemos o caso como está, mas lhe asseguro enfaticamente que a presidência da República não teve nada a ver com esse assunto”, afirmou.

Neste mesmo sentido, Maldonado detalhou que ele mesmo ligou para as autoridades da hierarquia católica na Guatemala para confirmar que o governo não tomaria uma decisão de tal magnitude sem sua anuência prévia.

O arcebispo metropolitano, Oscar Julio Vián, garantiu também no fim de semana que os membros de La Merced não lhe consultaram sobre a “ascensão” e lamentou, em sua conta no Twitter, que tenham tomado essa decisão sem permissão das autoridades eclesiásticas.

Vián sustentou que não autorizou essa ascensão e explicou que para tal é preciso dar uma série de passos, os quais não detalhou.

O arcebispo foi claro em assinalar que ele não pediu nem autorizou a ascensão para a imagem de Jesus Nazareno, a qual o presidente Rafael Carrera (1844-1865) deu o grau militar de coronel.

Um cartaz da igreja de La Merced divulgado na semana passada nas redes sociais assinala que a ascensão faz parte das atividades pelos 300 anos de consagração da imagem que serão celebrados em 5 de agosto de 2017.

[b]Fonte: Terra[/b]