Um assaltante foi morto pela Polícia Militar após invadir uma igreja e ameaçar os fiéis durante um culto na noite de domingo (6) em Sumaré (SP). Um rapaz que participava da celebração foi baleado pelo suspeito.

[img align=left width=300]http://s2.glbimg.com/p3IUUdSKLQ7ULLYMtUTJKO-lACc=/620×465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/09/07/roubo_igreja_sumare.jpg[/img]Segundo testemunhas, o assaltante usava uma pistola 765 quando entrou na igreja, localizada no Jardim Orquídea. Cerca de 30 fiéis estavam no local e todos foram feitos reféns. Eles ficaram cerca de 30 minutos sob ameaças.

O construtor Luiz Roberto Augusto afirmou que a toda hora o assaltante ameaçava atirar nas pessoas. A esposa dele chegou a ser agredida com uma coronhada na cabeça pelo bandido. O filho do casal, que estava na casa que fica nos fundos entrou na igreja e, ao ver a mãe agredida, partiu para cima do assaltante e levou um tiro na barriga.

Augusto conseguiu ir até a calçada e pediu socorro. Ele parou uma equipe da PM que passava pelo local. Segundo testemunhas, o assaltante reagiu e atirou contra os policiais, que revidaram. O suspeito foi atingido por dois disparos e morreu no local. Além da arma, A PM recuperou três celulares, três relógios e cerca de R$ 100 roubados dos fiéis.

O rapaz de 30 anos atingido durante o assalto foi socorrido ao Hospital Estadual de Sumaré, onde passou por cirurgia. Ele segue internado.

[b]Fonte: G1[/b]