Em entrevista à revista Quem desta semana a cantora evangélica, Assíria Nascimento, desabafa sobre a separação de Pelé. “Creio que tudo pode ser superado num casamento. Mas tem coisas que não são negociáveis”. Exemplo? “A infidelidade”.

Mas sobre o suposto caso do ex-jogador com a paraibana Magna Aparecida Alves, desconversou.

“Não gostaria de entrar nesse assunto porque vai puxar muitas outras coisas. Ele saiu de casa uns três meses antes e depois declarou à imprensa. Soube (da separação) pelos jornais. Ele preferiu largar uma família pela segunda vez”, disse.

“Repetiu a mesma história da vida dele e quis viver uma vida de solteiro quase aos 70 anos de idade. Uma opção dele, né? A maneira como fez tudo foi cruel. Ele fez questão que eu tirasse o sobrenome dele, Nascimento. Mas eu sempre fui Assíria Seixas Lemos, é o que eu sou e vou continuar assim”, completou.

Fonte: O Dia