Ao meio-dia do último dia 27 de julho os aldeões de Alampil foram surpreendidos pelo som de aeronaves e explosões. Tratava-se de um bombardeio às terras cultivadas por eles e à Igreja de Santo Antônio. Segundo o padre S. Ainsley Roshan os cristãos estão desanimados com a destruição.

“As bombas caíram na parte de trás da igreja e nas colunas de sustentação e o telhado foi danificado”, contou o padre Ainsley Roshan, por telefone, do escritório do bispo em Jaffna.

“Uma aluna, Arul Ranjana, de 12 anos, foi ferida neste incidente enquanto prestava exames em uma escola católica perto da igreja e foi levada para o hospital”, contou o padre. Ele disse ainda que o padre S. Nesanayagam, da paróquia de Alampil, escapou por pouco uma vez que reside bem atrás da igreja.

O padre Roshan, que é secretário do Bispado Thomas Savundaranayagam de Jaffna, disse que não pôde obter mais detalhes porque as linhas telefônicas não estavam funcionando bem.

Localização

Alampil fica ao sul da cidade litorâena de Mullaitivu, a 275 quilômetros de Colombo, sentido nordeste. Mais de 1500 fazendeiros católicos e hindus vivem na região ao redor da aldeia. Recentemente, eles estavam se esforçando para reformar a igreja local.

A península de Jaffna, ao norte do Sri Lanka, está efetivamente cortada fora do continente devido ao confronto entre forças de governo e rebeldes tamis. Mullaitivu fica no continente, perto da base da península.

A centenária Igreja de Santo Antônio está em uma área controlada por rebeldes tamis, alvo de ataques aéreos pela Força Aérea do Sri Lanka. Nos últimos quatro anos a comunicação com quem está lá tem sido extremamente difícil.

De acordo com mídia de tamil, aeronaves bombardearam o local da igreja e a escola por duas vezes em um intervalo de duas horas.

“Nós estávamos reformando a igreja”, disse Gnanewaran Michealpillai, 58 anos. Ele falou com de Colombo onde estava passando por um tratamento médico.

Conflito

Enquanto a península de Jaffna está debaixo do controle de governo, o continente da província está debaixo do controle rebelde. Por isso o governo bloqueou a estrada entre as duas áreas.

Rebeldes de tamis lançaram uma luta armada em 1983 para um Estado tamil separado no norte e leste da ilha onde a minoria de tamil está concentrada. Os cingaleses representam cerca de 74% da população, os tamis cingaleses 10%, árabes 7%, tamis indianos 6%, europeus, malaios e vedas 3% .

O budismo é a religião predominante (70%) no Sri Lanka (antigo Ceilão). Em seguida vêm muçulmanos (16%) e cristãos, incluindo católicos e protestantes (7,6%).

Localizado ao sul da Índia, o Sri Lanka possui montanhas escarpadas no centro e planícies férteis ao norte. O país destaca-se na produção de pedras preciosas e é o maior exportador mundial de chá.

De acordo com o governo e fontes internacionais, até 65 mil pessoas morreram e um milhão foram deslocadas por conta do conflito separatista, antes de um cessar-fogo assinado em 2002.

No final de 2005, o Estado de guerra foi retomado, depois que o novo governo passou a reivindicar a vitória em cima de forças rebeldes no leste

Fonte: Portas Abertas