Oito pessoas ficaram feridas neste domingo na explosão de um carro-bomba em uma zona do sul da Tailândia de maioria muçulmana, região que é cenário de uma rebelião separatista.

A explosão aconteceu nas imediações de uma agência bancária de Yala, uma das três províncias próximas da fronteira com a Malásia e na qual o estado de exceção está em vigor desde 2005.

O ataque provocou um incêndio em uma loja e deixou oito feridos, segundo a polícia local.

A população desta região é de maioria malaia e muçulmana, ao contrário do restante do país, essencialmente budista.

Os rebeldes separatistas atacam as forças de segurança e civis budistas, mas também muçulmanos acusados de colaborar com Bangcoc.

A insurreição provocou mais de 4.400 mortes desde janeiro de 2004 nesta região que fazia parte da Malásia até o início do século XX.

[b]Fonte: AFP[/b]