A 64ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza também terá o prêmio para o filme mais laico. A União Italiana dos Ateus e Agnósticos Racionalistas (Uaar) estará presente na mostra, que vai de 29 de agosto a 8 de setembro.

Uma delegação da Uaar fará parte do júri que entregará o prêmio Brian ao filme que mais levar às telas os valores do laicismo, ou seja, a rejeição da influência do clero na vida pública.

O prêmio está em sua segunda edição. “Escolhemos chamá-lo assim após uma pesquisa em nossa página na Internet”, explicou Giorgio Villella, secretário nacional da Uaar. “A referência é o filme ‘A Vida de Brian’, a comédia dos Monty Python de 1979 que fazia a paródia dos evangelhos, mas preferimos pensar no anagrama de ‘Brain’, que em inglês significa cérebro.”

O júri é composto pelo notário Paolo Ghiretti e pelas professoras Maria Chiara Levorato, da Universidade de Pádua, e Maria Turchetto, da Universidade de Cà Foscari de Veneza e diretora da revista bimestral da Uaar, “L’Ateo”.

Fonte: UOL