O casamento é uma “instituição morta,” afirma a atriz Cameron Diaz. O Psiquiatra Dr. Keith Ablow concorda com ela e em certa medida, os pastores também.

Nós enfrentamos nossas vidas, dia a dia, esforçando-nos para caminhar o caminho, viver como Cristo, adorar, orar e louvar a coisa certa, mas com toda a honestidade, nosso casamento está em decadência,” disseram os Reverendos Mike e Trisha Fox da Marriage for Today (Casamento de Hoje) e autores de Casamento de Hoje: Um Guia Prático para Casais.

As visões de Diaz sobre o casamento foram reveladas em um tema de Junho da revista Maxim. A atriz de 38 anos disse, “eu não acho que deveríamos viver nossas vidas em relacionamentos baseados nas antigas tradições que não mais se adequam ao nosso mundo.”

Ablow, um membro da Fox News Medical A-Team, apoiou a declaração com seu próprio comentário na Fox News semana passada, dizendo, “Casamento é (como tem sido por décadas) uma fonte de sofrimento real para a vasta maioria das pessoas casadas.” Ele alegou que o fim do casamento é “somente uma questão de tempo agora” e que “nós devemos estar pensando sobre o que pode substituí-lo.”

Ambas as declarações de Diaz e Ablow, apesar de chocantes, estão “na verdade levantando algumas falhas bem fundamentais de uma maneira que nós, como Cristãos, vemos casamento,” comentou os Foxes do Casamento de Hoje ao The Christian Post.

Mas eles compartilharam suas preocupações sobre os comentários de Diaz, especialmente dada a sua influência. Os pastores apontaram que a atriz não é a mais qualificada em se tratando de aconselhamento matrimonial.

“Nós não vivemos desta maneira, nós lutamos para viver para agradar a Deus bem como ao nosso esposo,” observaram eles. “Deveríamos nós receber conselhos de jardinagem de um mecânico de loja que não faz nada além de consertar carros?

Eles encorajaram as pessoas a não serem “afetados pelas tolas declarações de Cameron” e “criarem algumas novas citações por si próprio!”

Embora discordando, os Foxes viram os comentários recentes como uma chamada para despertar. “[Ablow] está nos despertando! Ele está nos dizendo, aqueles que realmente escutam, que nós, como Cristãos, estamos fazendo algo muito errado em nossas vidas, e ele, juntamente com muitos outros estão vendo isso! ”

Os pastores apontaram um estudo realizado pelo Barna Research Group, que mostrou que as taxas de divórcio entre os Cristãos conservadores foram significativamente maiores do que a de outros grupos religiosos, e muito maior do que os ateus ou agnósticos.

“[Ablow] está certo que, em essência, a instituição do casamento está morrendo. Mas nós, como Cristãos, devemos ver isso como uma espécie de desafio e enfrentá-lo!” disse os Foxes.

Eles enfatizaram que os Cristãos têm de se perguntar: “Por que está morrendo? Por que há tantos divórcios em nossos ranks? Por que, assim como o Dr. Keith explica claramente para nós, que nossos casamentos não são uma fonte de felicidade, alívio, consolo e alegria? Mas de estresse e vida deteriorada?”

Os pastores observaram: “Deus costuma usar colegas para nos manter em checagem, para conservar-nos em nossos dedos. Para ver se continuamos a acreditar no que dizemos acreditar.”

“Se alguém na Terra deveria ter um casamento de amor, feliz e satisfatório, este deveria ser o povo de Deus,” concluíram.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]