A Portas Abertas recebeu informações de cristãos na Síria sobre a atual situação do país, com um pedido de oração por proteção e sabedoria.

“A atual situação na Síria não é estável. Muitas pessoas têm medo de que as coisas irão piorar. Elas não estão prontas para isso, e não querem que isso aconteça. Eu conversei com alguns cristãos e muçulmanos, e ambos os lados parecem se opôr a ter algo contra o presidente. Ele é estimado pela maioria, mas mesmo assim as pessoas sabem que algumas mudanças precisam ser feitas para melhorar a qualidade de vida.

A população também sabe que o presidente está fazendo o seu melhor se analisarmos que ele está cercado por um grupo muito difícil. A maioria diz que seja quem for que o suceder, não será muito melhor do que já tem. Os jovens gostam do presidente e o apoiam.

Mesmo no facebook é possível ver pessoas expressando seu apoio a ele. Se não fosse assim, elas pelo menos ficariam em silêncio.

Os cristãos sírios estão com medo de que, se algo acontecer ao atual sistema, a situação ficará como no Iraque, senão pior!

A Igreja tem jejuado e orado. As pessoas nas ruas têm pedido a Deus para manter em paz o país, e que as coisas mudem em cooperação do novo presidente. Algumas famílias cristãs estão bolando um plano de fuga; outras pensam em vender suas propriedades, outras estão em pânico, com a esperança de que as coisas permaneçam estáveis. Os cristãos dizem que se algo acontecer, eles serão os primeiros a serem atacados, mortos e destruídos pelos muçulmanos ou drusos.

Eles necessitam de muita oração.

Estou orando por proteção para os cristãos sírios, mas não sei o que eles farão se a situação piorar. Ficar ou fugir. Esse é o dilema. Por favor, ore!”

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]