O Governo australiano vai contribuir com US$ 270 milhões num projeto que deve estabelecer 500 madraçais (escolas islâmicas) na Indonésia, segundo um acordo assinado por representantes dos dois países.

Mohammed Basyuni, ministro de Assuntos Religiosos indonésio, e Bill Farmer, embaixador australiano em Jacarta, inauguraram hoje na localidade de Labruk Lor, em Java Oriental as primeiras 46 escolas religiosas que serão construídas durante os próximos dois anos, informou a Embaixada da Austrália.

As 46 escolas iniciaram recentemente sua atividade com a abertura do ano acadêmico indonésio. Em breve entrarão em funcionamento outros 2 mil colégios, entre eles 500 madraçais, disse Farmer durante a cerimônia.

A iniciativa “demonstra a importância dos colégios islâmicos no sistema educacional indonésio e a compreensão por parte da Austrália de seu papel na educação” no país, segundo o embaixador australiano.

O programa deve criar até 2009 cerca de 330 mil vagas para jovens de 13 a 15 anos nas áreas mais pobres e remotas da quarta nação mais populosa do planeta.

A Indonésia é também o país com maior população muçulmana do mundo.

Fonte: EFE