No dia 21 de julho, um representante do Escritório de Assuntos Civis, na China, ligou para o ancião Wang Yi da Igreja Autumn Rain e disse que o escritório foi instruído para corrigir o erro na decisão de abolir a Igreja Autumn Rain.

No entanto, no dia 19 de julho, os membros da igreja ainda estavam proibidos de realizar o culto em seu prédio alugado, e pela sexta vez nesse ano, os 89 cristãos se reuniram fora do templo.

As autoridades anunciaram o fechamento da Igreja Autumn Rain no dia 21 de junho. A igreja estava se reunindo em um hotel próximo, para uma conferência, pois as autoridades bloquearam o terreno.

Mais de 10 oficiais invadiram o auditório, interromperam a reunião e leram um mandado abolindo a igreja Autumn Rain como uma “organização social não registrada”. Desde então, a igreja foi forçada a se reunir do lado de fora do templo.

Fonte: Portas Abertas