Projeto quer mudar denominação do Parque da Aclimação para Estevam Hernandes, pai do fundador da Igreja Renascer em Cristo.

Moradores da Aclimação, na região central de São Paulo, tentam evitar que o parque que deu o nome ao bairro passe a se chamar “Parque da Aclimação Estevam Hernandes”. O homenageado seria o pai de Estevam Hernandes Filho, um dos fundadores da Igreja Renascer em Cristo.

A alteração é pleiteada pelo vereador Marcelo Aguiar (PSC), recém-eleito deputado federal e cantor evangélico ligado à Renascer. O projeto tramita sem previsão para entrar em votação.

Representantes do bairro já fizeram reuniões com vereadores e divulgaram o telefone do gabinete de Aguiar no Orkut com a missão de encher o Legislativo municipal de queixas contra o projeto. Em tópicos de discussão sobre o parque há pelo menos 60 manifestações sobre o tema, a maioria de repúdio.

Roberto Casseb, da Associação de Preservação Cambuci e Vila Deodoro (Aclimação), conta que já foi à Câmara defender a posição dos moradores. “Esse projeto não vai passar. Foi proposto possivelmente por causa da eleição. O homenageado não tem ligação com o parque.”

Segundo o chefe de gabinete do vereador Marcelo Aguiar, Claudinei de Carvalho, o projeto pode ser retirado por causa das opiniões contrárias que levantou. Mas ele nega que a motivação tenha sido eleitoral, já que não foi um tema de campanha.

Carvalho diz que o possível homenageado foi jardineiro de Cemitério da Vila Mariana, a uma quadra do parque. “Ele tem uma história bonita na região”, alega o chefe de gabinete.

O parque fica a quatro quadras da sede da Igreja Renascer, no Cambuci. Em janeiro de 2009, nove pessoas morreram no desabamento do teto do templo.

Origem. Antiga granja leiteira, o parque foi inspirado no Jardin d”Acclimation, de Paris, de onde também recebeu seu nome. O médico Carlos José Botelho transformou o local em área para a “aclimatação” temporária do gado trazido da Holanda.

Gilberto Amatuzzi, presidente da associação do bairro, afirma que “o parque já é conhecido e se tornou uma referência com o nome de Aclimação apenas. Não tem porque colocar o nome de ninguém”.

[b]Fonte: Estadão
[/b]