Em maior número em relação à eleição anterior, os deputados estaduais que compõem a bancada evangélica na Assembleia Legislativa de São Paulo já alinham seus discursos para os próximos quatro anos.

Na nova legislatura, a tropa evangélica teve crescimento significativo. Foram eleitos 14 deputados estaduais atuantes em denominações religiosas no Estado –em 2010, foram dez.

Entre eles, o pastor Celso Nascimento (PSC), da igreja do Evangelho Quadrangular, a vereadora Marta Costa (PSD), da Assembleia de Deus Belém, e o pastor Cezar Freire (DEM), da Assembleia de Deus no Brás. “Nosso projeto principal é a igreja, a instituição que mais ajuda o Estado”, diz o recém-eleito.

A Frente Parlamentar Evangélica, formada atualmente por oito deputados, defenderá na próxima legislatura a isenção da cobrança de ICMS nas contas de água e luz de igrejas e o aumento das parcerias com entidades religiosas para o tratamento de dependentes químicos.

Os evangélicos pedem, ainda, que os benefícios concedidos pela Nota Fiscal Paulista a entidades sem fins lucrativos sejam estendidos a projetos sociais de igrejas.

[b]Fonte: Folha de São Paulo[/b]