Os noivos Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, e Jaqueline Alcântara Moraes adiaram o casamento que ocorreria nesta quarta-feira no presídio de Campo Grande (MS), onde ele cumpre pena.

O motivo não foi informado. O Depen (Departamento Penitenciário Nacional), que administra a unidade, não divulgou a nova data da cerimônia.

Beira-Mar e Jaqueline têm três filhos. O casamento dos dois será testemunhado por quatro pessoas autorizadas a entrar na penitenciária com antecedência. O casamento ocorrerá no setor jurídico do presídio e contará com a bênção de um pastor evangélico.

O traficante terá que entregar a aliança a agentes penitenciários logo após o casamento ou deixá-la com a própria noiva. Nos presídios, os detentos são proibidos de portar quaisquer objetos. Tudo fica guardado em um setor específico e é devolvido no momento da soltura.

Fonte: Folha Online