Os livros de conteúdo religioso, particularmente a Bíblia, aparecem entre as obras mais lidas pelos brasileiros, de acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada pelo Instituto Pró-Livro.

Com a pergunta ‘Qual é o livro que mais marcou você?’, a pesquisa concluiu que a Bíblia aparece, pelo segundo ano consecutivo, como o livro mais marcante para os leitores.

Na sequência estão “A Cabana”, de Willian Paul Young, e “Ágape”, do Padre Marcelo Rossi. “Violetas na Janela”, de conteúdo espírita, psicografado por Vera Lúcia M. de Carvalho, ficou na nona posição.

Segundo o G1, uma das obras mais lembradas e conhecidas da literatura brasileira, o Sítio do Picapau Amarelo, de Monteiro Lobato, caiu da segunda posição na pesquisa de 2007 para o quarto lugar em 2011 na lista dos 25 livros mais marcantes.

A seguir estão “Pequeno Príncipe”, de Antoine Saint-Exupéry, “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, e os recentes “Crepúsculo”, de Stephenie Meyer e “Harry Potter”, de J.K. Rowling, entre a quinta e a oitava posição, respectivamente.

A lista segue com os best-sellers “O Alquimista”, de Paulo Coelho, a obra iraniana “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini e “O Segredo”, de Rhonda Byrne.

Clássicos infantis e contos de fadas também ocupam a lista como “Os Três Porquinhos” em 13º, “A Branca de Neve” em 18º , “Chapeuzinho Vermelho” em 23º e “Cinderela” em 24º.

Entre as estatísticas constatadas pelo levantamento, está que o Brasil tem atualmente 50% de leitores entre sua população, o que representa 88,2 milhões de pessoas.

Para entrar nessa categoria, a pessoa tem que ter lido pelo menos um livro nos últimos três meses. Já entre o universo de estudantes, a média de livros lidos passa para 3,41 exemplares nos últimos três meses.

Deste total, as mulheres representam 53% das leitoras, contra 43% dos entrevistados do sexo masculino.

O estudo abrangeu um universo de mais de 5 mil pessoas em 315 municípios e foi realizado entre junho e julho de 2011.

Confira a lista abaixo:

[b]LIVRO MAIS MARCANTE
[/b]
Bíblia Sagrada
‘A Cabana’, de Wm Paul Young
Ágape’, do Padre Marcelo Rossi
‘O Sítio do Picapau Amarelo’, de Monteiro Lobato
‘Pequeno Príncipe’, de Antoine Saint-Exupéry
‘Dom Casmurro’, de Machado de Assis
‘Crespúsculo’, de Stephenie Meyer
‘Harry Potter’, de J.K. Rowling
‘Violetas na Janela’, de Vera Lúcia M. de Carvalho
‘A Moreninha’, de Joaquim Manuel de Macedo
‘Capitães da Areia’, de Jorge Amado
‘Código Da Vinci’, de Dan Brown
‘Os Três Porquinhos’, livro infantil
‘Romeu e Julieta’, de William Shakespeare
‘Iracema’, de José de Alencar
‘O Alquimista’, de Paulo Coelho
‘O Menino Maluquinho’, de Ziraldo
‘A Branca de Neve’, livro infantil
‘Bom dia, Espírito Santo’, de Benny Hinn
‘O Caçador de Pipas’, de Khaled Hosseini
‘O Segredo’, de Rhonda Byrne
‘Vidas Secas’, de Graciliano Ramos
‘Chapeuzinho Vermelho’, livro infantil
‘Cinderela’, livro infantil
‘O Monge e o Executivo’, de James C. Hunter

[b]Fonte: Instituto Pró-Livro e The Christian Post e G1[/b]