Um bispo austríaco disse que o festival de música eletrônica Love Parade – onde 21 pessoas morreram pisoteadas no mês passado na Alemanha – era um evento “pecaminoso”.

Cerca de 500 pessoas ficaram feridas durante um empurra-empurra no festival, que foi realizado na cidade alemã de Duisburg.

Em um artigo publicado no site religioso Kath.net, o bispo da cidade austríaca de Salzburg, Andréas Laun, disse que participar do “festival pecaminoso Love Parade” era um ato de rebeldia “contra a criação e a ordem de Deus”.

Laun disse que o evento é um convite ao pecado, mas disse que não se pode encarar a tragédia como uma punição de Deus.

A tragédia da Love Parade ganhou grande repercussão na Alemanha. A chanceler alemã, Angela Merkel, interrompeu suas férias na semana passada para participar da missa de homenagem às vítimas.

Uma investigação foi aberta para determinar se houve negligência humana no incidente. O prefeito Adolf Sauerland, foi criticado por ter ignorado advertências sobre os perigos de superlotação em um espaço reduzido.

Os organizadores do festival disseram que o evento não será mais realizado.

[b]Fonte: BBC Brasil[/b]