O pastor Walber Barboza, líder da Igreja Universal do Reino de Deus no Equador, protagonizou cenas constrangedoras durante uma reunião de trabalho com líderes de filiais da denominação no país.

Em um dos vídeos mais comentados da semana no meio evangélico, o bispo brasileiro Walber Barboza aparece em uma reunião com pastores e obreiros da Igreja Universal do Equador no dia 25 de setembro. Gravado aparentemente por um celular, o material mostra trechos de um encontro onde são feitas cobranças sobre o trabalho naquele país.

Aparentemente, Barboza estava insatisfeito com os resultados nas igrejas e com a postura de líderes que não agiam segundo se esperava deles. Embora ainda misture palavras em português nas frases em espanhol, os termos foram bastante agressivos e em tom de ameaça. Não se sabe quem divulgou o material, mas a grande repercussão levou Walber Barboza a se justificar oficialmente diante da liderança da IURD.

“Reconheço que me excedi, proferi frases estúpidas. Minha intenção era positiva, de ensinar e motivar os pastores. Mas sei que, no calor do momento, fui infeliz na escolha e tom das palavras. Peço perdão a todos os que ofendi e constrangi. A Universal tem pressa de ajudar o povo do Equador e essa intenção não foi bem comunicada por mim. Gostaria ainda de dizer que nem o bispo Macedo nem a Universal têm qualquer participação nos excessos que cometi na reunião de trabalho”, afirma ele em um vídeo oficial postado ontem.

Uma nota oficial no mesmo tom foi publicada no site Arca Universal. Para Barboza, apesar do seu erro, houve distorção na maneira como o material chegou à internet. “A pessoa responsável pela edição do vídeo quis prejudicar a mim e à Universal”.

A Direção Espiritual da Universal também usou o espaço para esclarecimentos. “A igreja do Equador já tomou as providências cabíveis para que acontecimento como esse nunca mais se repita… No Equador, assim como nos quase 100 países onde está presente de modo formal, a Universal preza e exige de seus bispos, pastores e obreiros o comportamento respeitoso e cordial que cada qual merece”.

Após o pastor Barboza enviar um pedido formal de desculpas a todos os presentes e à Universal, o caso foi dado por encerrado por parte da IURD.

Assista:

[b]Fonte: MT Agora[/b]

Notícia relacionada: [url=http://folhagospel.com/modules/news/article.php?storyid=27216]Vídeo polêmico mostra pastor da Universal xingando outros pastores[/url]