O bispo da diocese de Ji-Paraná, em Rondônia, dom Antonio Possamai, disse esta semana que está sendo vítima de ameaças de morte.

As ameaças teriam ocorrido após a divulgação de um cartaz produzido pela diocese de Ji-Paraná e por outras seis organizações sociais de Rondônia que lista políticos do Estado acusados de crimes cometidos no exercício de suas funções.

As ameaças teriam chegado por carta à cúria diocesana no dia 1º de setembro. “A carta é muito clara. Diz que se eu continuar neste caminho vão me matar, não haverá outro aviso”, afirma Possamai.

A presidência nacional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou carta de solidariedade ao bispo afirmando que a postura da diocese de Ji-Paraná “está de acordo com as orientações para as eleições 2006 da CNBB”.

Diário News