O bispo Tamas Szabo, de 50 anos, vai abandonar o sacerdócio por razões pessoais. Segundo a imprensa húngara, Szabo tenciona casar-se com uma mulher que conheceu no movimento de renovação da Igreja católica.

O bispo servia junto do exército húngaro na fronteira desde 2001.

A Igreja Católica da Hungria informou através da sua página na Internet que o Papa Bento XVI já aceitou a demissão de Szabo.

Quanto às razões da renúncia, Szabo disse à agência húngara de notícias MTI: “Não quero falar de minha vida privada, não creio que seja um assunto público”.

Fonte: O Verbo