O bispo da localidade mexicana de San Cristóbal de las Casas, no Estado de Chiapas, Felipe Arizmendi, afirmou que “diante da atual invasão de erotismo não é fácil manter-se fiel ao celibato nem ao respeito às crianças”, durante a 89ª Assembleia da Conferência Episcopal mexicana.

A imprensa local repercutiu nesta sexta-feira as declarações feitas ontem pelo religioso de que “o problema da pedofilia clerical deve ser uma chamada de atenção para toda a sociedade”.

“É muito difícil para um sacerdote manter-se casto e celibatário quando há tanto incentivo no sentido contrário. Não queremos fugir à nossa responsabilidade, mas toda a sociedade tem que fazer uma revisão”, disse o bispo.

Com a “libertinagem sexual generalizada é mais comum que haja casos de pedofilia, não só entre os clérigos”, disse o bispo, completando que “há muitos casos na própria família, nas escolas e outros ambientes”.

O sacerdote apontou os meios de comunicação e até o Ministério de Educação do México como parte do problema.

Fonte: Folha Online