O Brasil é o país da América Latina no qual os cidadãos mais acreditam no rumo tomado pela nação, com mais de 70% dos habitantes apostando que a pátria segue na direção correta

A informação foi divulgada na quarta-feira pelo Latinobarômetro 2010 no informe “América Latina olha para o mundo”, que teve como base entrevistas com 20 mil pessoas em 18 países realizadas entre setembro e outubro de 2009.

Depois do Brasil, o segundo país mais otimista é o Chile, onde 66% da população diz acreditar no futuro. Já entre todos os latino-americanos consultados, 78% creem que a região caminha positivamente, enquanto 41% pensam o mesmo sobre o mundo.

O resultado da visão regional sobre o cenário global contrasta com o índice de 2003, o qual registrou somente 27% de consultas positivas sobre o rumo do planeta.

“Os cinco anos de crescimento econômico da região, as alternâncias de elites em todos os países e as duas ondas de eleição que ocorreram desde então levam a este novo cenário”, explicou a diretora do Latinobarômetro, Marta Lagos.

Quanto ao tema da integração entre as nações, 71% dos entrevistados acreditam mais na economia do que na política. Para Lagos, tal índice “confirma que a América Latina vive uma fase de materialismo, onde as sociedades se nutrem de bens, e o desenvolvimento econômico está em primeiro lugar nas prioridades dos povos”.

Os dados são mais próximos apenas na Argentina e no Brasil, o que é considerado uma exceção, já que “a integração política não é popular”, segundo a diretora do Latinobarômetro.

Fonte: Ansa