Ele também comentou que o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) seria o mais indicado para assumir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Caio Fabio voltou a comentar sobre o encontro que teve há anos com o pastor Marco Feliciano durante o programa Papo de Graça desta segunda-feira (8) divulgado pela internet.

Durante o programa ele lembrou que foi procurado por Feliciano para tentar resolver um problema tido com o pastor Silas Malafaia, citando também que há muitos problemas de ordem sexual no meio gospel.

O apresentador da Vem e Vê TV também comentou sobre a polêmica em volta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, dizendo que o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) seria o mais indicado para comandar a comissão.

No mesmo programa, o pregador, que evita ser chamado de evangélico, critica a fala de Feliciano sobre a morte de John Lennon dizendo que a mensagem foi “a coisa mais nojenta que um cara pode fazer em nome de Deus”.

Para Caio Fabio, Feliciano transformou Deus em diabo ao dizer que os três tiros que o músico dos Beatles levou foram em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. “Isso não é coisa nem de cristão e nem de um ser humano. E esse cara é o presidente da Comissão de Direitos Humanos?”, questiona.

Assista:

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]