Editores da Alemanha e da Inglaterra estão desenvolvendo campanhas para incentivar a leitura das Sagradas Escrituras.

Na Alemanha, uma nova revista pretende abordar o que considera ser uma crescente falta de conhecimento da Bíblia, enquanto na Inglaterra o incentivo foi desenvolvido durante todo o ano para estimular os cristãos a conhecer melhor a Palavra de Deus.

A Revista Fascination Bibel foi lançada em outubro pela, Stiffung Christliche Medien (SCM), proprietária da editora Bundes-Verlag. A revista “Bíblia” é indicada para aqueles que não querem que a Bíblia. Mais de 230 mil cópias, de 100 páginas com a Bíblia foram distribuídas às igrejas e organizações cristãs na Alemanha, Suíça e países vizinhos.

A empresa percebeu que as pessoas amavam a Bíblia, mas não tinham vontade de ler. “Houve uma crescente falta de conhecimento em grande parte da igreja. Alguém tinha que fazer algo assim que nós começamos”, disse Ulrich Eggers ad SCM.

Na Inglaterra, muitas editoras estão entre as 100 organizações cristãs de apoio a Biblefresh, lançado para marcar o 400 º aniversário da Bíblia King James.

Uma pesquisa realizada pela Aliança Evangélica do Reino Unido revelou que os níveis de compreensão e conhecimento bíblico estão baixos. Congregações que se inscrever para Biblefresh estão sendo convidadas a elevar o seu nível de envolvimento na leitura, formação, tradução e ação resultante da Bíblia.

[b]Fonte: CPADNews / Gospel Prime[/b]