Uma temática por demais relevante é o ponto de partida para um especial que o canal fechado History apresenta para os seus assinantes: desvendar a tortuosa relação da igreja católica com o dinheiro e seu patrimônio, esta é a proposta do especial Dinheiro Sagrado, que o canal estreia no dia 03 de dezembro.

A Santa Igreja Romana é um império de negócios de dimensão global, e que emprega milhões de pessoas. Possui hospitais, universidades, imóveis, reservas de ouro e obras de arte de valor incalculável. Além disso, atrai doações de todo o mundo e, atualmente, é a instituição religiosa mais rica do planeta. No entanto, também tem uma taxa muito alta de delitos financeiros. Escândalos recentes têm sacudido a confiança de muitos católicos e envolvem desde os mais altos níveis do Vaticano até pequenas paróquias locais.

Partindo desta relação e conduzido pelo historiador John Dickie, da Universidade de Londres, o especial vai revelar as questões financeiras relacionadas à Igreja Católica, por meio da análise dos escândalos mais recentes.

[b]Quais escândalos?[/b]

Os escândalos são alguns: o cardeal americano que supostamente escondeu ativos para reduzir a indenização a vítimas de abuso infantil; uma diocese na Eslovênia, que perdeu 800 milhões de euros em especulações financeiras; uma congregação religiosa que trocou patrimônio por favores políticos; um monsenhor preso por lavagem de dinheiro; e o desfalque nas doações dos fieis nas missas.

Esses e outros casos ajudam a entender os mecanismos utilizados pela Igreja na administração e no investimento de seu dinheiro.

[b]Entrevistas[/b]

O especial traz entrevistas com cardeais, especialistas, promotores, jornalistas investigativos e denunciantes. Os produtores puderam conhecer e reunir em torno do assunto testemunhas incrivelmente relevantes para mostrar a importância do dinheiro para a Igreja Católica.

[b]Fonte; Cabine Cultural[/b]