Cantor Latino
Cantor Latino

Durante entrevista no programa The Noite, de Danilo Gentili, o cantor Latino lembrou do tempo difícil que passou na infância, quando foi expulso de casa pelo pai e acabou se tornando menino de rua. Ele contou também como foi sua relação com os pastores Edir Macedo e R. R. Soares.

“Quando eu tinha 9, 10 anos, minha mãe tinha casado com um gringo e me deixou com meu pai. Foi um momento muito difícil. Meu pai tinha me expulsado de casa e eu estava morando com uma tia muito humilde. Passava dias sem voltar para casa”, contou.

O cantor revelou que para enganar a fome, cheirava cola e que foi neste momento da sua vida que conheceu os pastores. No começo, não gostava deles, mas se encontrava com os dois pastores quase todos os dias durante um ano inteiro e a relação acabou se estreitando.

“Eles começavam a pregar 6h, 7h da manhã e sempre acordavam a gente, então os caras tacavam tomate, ovo. Depois virei quem intermediava os moleques de rua e os pregadores. Fui muito bem tratado”, revelou.

Ele atribuiu ao líder da Igreja Universal o incentivo inicial para mudar de vida. Quando a mãe do cantor soube da situação do filho, enviou uma passagem para ele ir morar com ela nos Estados Unidos e foi Edir Macedo quem o convenceu a ir.

“O Edir falou ‘vai, vai ser bom para você’. Se eu não tivesse seguido os conselhos deles, talvez não tivesse seguido o caminho que segui”, comentou o cantor.

Latino está comemorando 25 anos de carreira e terá a história contada no filme “Nada a Perder”, que estreia em 1º de março de 2018 e fala sobre o início do ministério do líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record.

Fonte: Pleno News