O capelão da bolsa de valores de Londres está sob pressão para renunciar após sugerir que os gays fossem obrigados a usar uma tatuagem escrito ‘sodomia’, informou nesta segunda-feira (6) o jornal “Daily Mail”.

Segundo a reportagem, o comentário foi feito no blog do reverendo Peter Mullen e foi considerado “muito ofensivo” pelo bispo de Londres. A entidade Stonewall, que luta pelos diretos dos homossexuais, pediu a renúncia do reverendo.

Peter Mullen, de 66 anos, escreveu em sua página da internet: “vamos fazer com que seja obrigatório aos homossexuais tatuar a frase ‘sodomia pode prejudicar sua saúde seriamente’ em suas nádegas.”

No mesmo blog, Mullen, que também é pastor, diz que as paradas pelo direito dos gays deveriam ser banidas e fez até um poema condenando a bênção de dois padres gays em um ‘casamento’ em que o reverendo Martin Dudley realizou em sua igreja.

O reverendo afirmou depois que os comentários eram peças de humor e que deveriam ser encaradas como ‘piadas’. Ele também afirmou que tem muitos amigos homossexuais e que “não tem nada contra eles”.

Fonte: G1