Uma simples discussão teria sido a causa de um duplo assassinato registrado na noite desta terça-feira, no bairro Morada de Campo Grande, em Cariacica. O casal Charleston Hans Ferreira, 33 anos, e Rosilande Marcelino Ferreira, 31, foi morto a tiros quando voltava de culto. As vítimas teriam dado carona para o pastor da igreja que freqüentava e voltava para casa.

No caminho, Charleston teria falado para um motoqueiro: “Quer passar por cima?”. Ele, que estava com a mulher e um filho de cinco anos no carro, seguiu em frente. Ao chegar em casa, o filho de 10 anos, que estava na residência, foi abrir o portão para o pai.

Nesse momento, o motoqueiro, que havia seguido o carro de Charleston, desceu da moto, foi em direção à vítima e efetuou cinco disparos, sendo quatro na cabeça e um tórax. A mulher da vítima, Rosilande, teria pedido ao criminoso para não disparar os tiros. Ele se virou para ela e fez quatro disparos – três na cabeça e um na clavícula esquerda.

O menino de cinco anos se escondeu dentro do carro, que tem vidros escuros, e não foi visto pelo executor. O irmão dele correu para os fundos da casa, sem muros, entrou na residência de um vizinho e se escondeu na lage. Enquanto isso, o bandido procurava pelo garoto. Provavelmente para executá-lo como queima-de-arquivo.

Sem conseguir encontrar o menino, o bandido fugiu na moto vermelha. As crianças estão sob proteção em casa de parentes. Os corpos de Charleston Hans Ferreira e Rosilande Marcelino Ferreira estão sendo velados no Cemitério Parque da Paz, em Cariacica, onde será sepultado na manhã desta quinta-feira. A polícia não tem pistas do motoqueiro.

Fonte: Gazeta Online