O Diretor Geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder, reuniu-se nesta segunda-feira (18) com o Papa Francisco durante uma audiência privada no Vaticano.

No encontro, Ryder afirmou que a dignidade do trabalho é uma preocupação comum da OIT e da Igreja Católica, particularmente a [img align=left width=300]http://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/—dgreports/—dcomm/documents/image/wcms_229928.jpg[/img]situação dos mais vulneráveis, crianças trabalhadoras, trabalhadores domésticos e migrantes.

Ambos expressaram sua preocupação com as vítimas de tráfico humano. A inclusão do trabalho decente na agenda de desenvolvimento pós-2015 também foi discutida.

A OIT trabalha em estreita colaboração com diferentes instituições da Igreja Católica, incluindo o Conselho Pontifício de Justiça e Paz, que administra o compromisso da Igreja com a justiça social, bem como o Conselho Pontifício para a pastoral dos migrantes e pessoas itinerantes.

[b]Fonte: ONU Br[/b]