Dados da Comissão Bíblica do Conselho de Igrejas de Cuba (CIC) mostram que a Bíblia teve uma grande difusão em 2006, impulsionada pela realização de diversos seminários realizados na Ilha.

Desde a primeira remessa à Ilha, em 1966, foram distribuídas 2,26 milhões de Bíblias, contabiliza o Conselho.

No ano passado ocorreram três importantes seminários de Ciências Bíblicas, nos quais tradutores e consultores das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) proferiram conferências sobre aspectos originais do Livro Sagrado, traduções, elementos arqueológicos e novas maneiras de interpretação, que contribuem para a atualização dos conhecimentos bíblico-teológicos de líderes, pastoras e pastores. Esses encontros acontecem em Cuba desde 1989.

“No trabalho ecumênico podemos afirmar que esses seminários ultrapassam qualquer barreira denominacional, tanto que reúnem uma participação maciça das igrejas”, afirmou o secretário da Comissão Bíblica do CIC, reverendo José López. Nos três seminários realizados no ano passado participaram 720 pessoas, que também receberam um módulo de materiais bíblicos, um auxílio para a divulgação da Palavra nos locais onde vivem e trabalham.

López mencionou, ainda, que no ano passado Cuba registrou significativo ingresso de materiais bíblicos vindos do exterior. Em 2006, Cuba recebeu 109,4 mil exemplares da Bíblia, 188,2 mil Novos Testamentos, 546,3 mil porções bíblicas e um volume de materiais como tratados, revistas, calendários, literatura relacionada ao tema, dicionários, comentários e concordâncias, além de vídeos.

Esse material é distribuído às igrejas da Ilha, independente de sua filiação ao CIC. Para 2007 já estão programados dois seminários.

Embora a primeira distribuição de Bíblias em Cuba date de 1966, foi a partir dos anos 90 do século passado, depois do histórico diálogo do presidente Fidel Castro com um grupo de líderes de igrejas e movimentos, que o texto começou a ser vendido, a preços módicos, nas livrarias do país. Nas últimas edições da Feira Internacional do Livro de Havana a Bíblia apareceu como um dos livros mais solicitados pela população.

Fonte: ALC