Representantes da Igreja disseram ter cancelado algumas festas de Natal em duas cidades no norte do Iraque por medo de ataques insurgentes contra cristãos.

O bispo católico caldeia de Kirkuk, Louis Sako, disse que autoridades religiosas não vão colocar enfeites de Natal do lado de fora da igreja e pediram aos fieis que evitem decorar suas casas.

Ele disse que a tradicional aparição do Papai Noel do lado de fora de uma das igrejas da cidade também foi cancelada.

Em Mosul, o padre sírio ortodoxo Faiz Wadee disse que as comemorações de Natal também foram canceladas ali.

Cristãos têm vivido com medo no Iraque após um ataque a uma igreja em Bagdá em outubro, que deixou 68 mortos.

Um braço da Al Qaeda ameaçou mais ataques contra os cristãos no Iraque em comunicado nesta quarta-feira.

[b]Fonte: Folha Online
[/b]