O projeto divino dado a Noé tem as mesmas medidas dos navios de carga usados nos dias atuais.

Há algumas passagens da Bíblia que intrigam os não-crentes, uma delas é a história de Noé. Como um barco construído sob orientação divina poderia ter abrigado tantos animais e salvado a raça humana do fim?

[img align=left width=300]http://noticias.gospelprime.com.br/files/2014/04/arca-de-noe-320×180.jpg[/img]O filme “Noé” tem feito grande sucesso nos cinemas de quase todo o mundo, inclusive no Brasil, mas a história ainda deixa alguns estudiosos curiosos.

Um grupo de estudantes da Universidade de Leicester, na Inglaterra, pegou as medidas descritas na Bíblia e fez um estudo para tentar saber se era possível que um barco tão grande flutuasse.

Para isso eles estabeleceram um média entre as medidas usadas por hebreus e egípcios para tentar descobrir quanto seria exatamente um côvado. Os hebreus adotavam 44,5 centímetros e os egípcios 52,3, os estudiosos então estabeleceram que cada côvado teria 48,2 centímetros.

Feito isso eles multiplicaram pelas medidas bíblicas que eram 300 côvados de comprimento, 50 de largura e 30 de altura e chegaram a conclusão que a média da Arca de Noé era de: 144,6 metros de comprimento, 24,1 metros de largura e 24,1 metros de largura.

As medidas são parecidas com as de um navio de carga usado nos dias de hoje, então seria possível sim que a Arca de Noé flutuasse pelas águas.

O professor de engenharia naval da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ricardo Pinto, comentou sobre o assunto para a revista Veja, e ficou impressionado com as medidas.

“O fato de a arca ter essas dimensões é surpreendente, porque são os parâmetros de um navio da atualidade”, disse ele que concluiu falando que para flutuar o objeto precisa deslocar um volume de água que pese o mesmo que ele. “Esse tipo de madeira leve [madeira de gofer – descrita na Bíblia] faria com que a embarcação flutuasse facilmente”, atestou o professor.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]