“Se eu fosse adepto de um baseado ou uma figura totalmente estereotipada, certamente teria fácil lugar nesse circo musical de horrores”, desabafa o cantor para os mais 40 mil seguidores no twitter.

[img align=left width=300]http://musica.gospelprime.com.br/wp-content/uploads/2010/06/Banda-Catedral-250×250.jpg[/img]O clipe da música Tudo Pode Mudar, do mais novo trabalho da Banda Catedral, “Pedra Angular”, foi barrado pela direção do Canal MTV por conter “muito teor gospel”, revelou o líder da Banda, Kim, aos seus mais de 40 mil seguidores no Twitter, na noite desta quinta-feira, 27/1.

A notícia repercutiu negativamente entre os fãs da Banda, que tem 22 anos de carreira e já vendeu mais de 3 milhões de cópias no segmento gospel e secular.

Imediatamente os fãs começaram a questionar, pela internet, o motivo da recusa. Para muitos, a única resposta seria perseguição religiosa. “Preconceito religioso escranchado, num canal onde já fomos indicados três vezes ao maior prêmio deles”, declara Kim.

Para Valmir Santos (25), de São Paulo, a atitude da MTV, além de excludente, é prova de que a programação dessa emissora “é de má qualidade” e vai de encontro ao ideário de união pregado por canais voltados para o público jovem. “Num país liberal/democrático como o Brasil e, principalmente vindo de uma emissora que se diz voltada para a juventude, é muito estranha a atitude, mas está claro que é prova de preconceito religioso”, acredita o estudante de administração.

Para a aluna de psicologia, Katiana Santiago (35, twitter.com/kattyannaa), que acompanha a Banda há 15 anos, a ação da emissora só depõe contra, sendo motivo para não mais prestigiar sua programação. “Não costumo mesmo ver a MTV, mas, agora, além de continuar não assistindo, vou passar a não indicar. Se o canal não aceita uma música que fala de mudança de vida, e outras mensagens positivas, não deve ter muita coisa boa prá se ver mesmo”, ratificou para os seus 1090 seguidores da rede social

Também acompanhando pelo twitter a discussão, a jornalista Larissa Lima (twitter.com/limalaris) ficou curiosa e foi verificar a letra da música. Em seguida ela postou para os seus mais de 200 seguidores: “Eu nem gosto de Catedral. Mas nunca pensei que um canal iria se incomodar com uma letra tão positiva”, escreveu, postando um link para a canção.

Kim, em tom de desabafo, revelou que ficou surpreso com a decisão porque, em anos anteriores, a Banda Catedral foi bastante vista na emissora, especialmente em 2001, quando chegou a ocupar o 1º lugar, e teve mais de oito clipes no Top 20 Brasil e Disk MTV. “Ainda não compreendi, até porque o clipe nada tem de gospel. Ele fala sobre pirataria, drogas, escolhas, ações e reações. É um clipe para ver, parar e pensar”, explicou.

Kim se denomina protestante e membro de uma igreja Presbiteriana no Rio de Janeiro, mas explica que seu trabalho como músico não tem “rótulos”, ou seja, é feito para todos os públicos.

“O que eu acho mais pesado nisso tudo é alguém boicotar frases como ‘Tenha fé em Deus, tenha fé no Amor’, que ‘tudo pode mudar, pra melhor’. “Se eu fosse adepto de um baseado ou uma figura totalmente estereotipada, certamente teria fácil lugar nesse circo musical de horrores”, indigna-se o músico.

O clipe da música censura pela MTV está no link: www.bandacatedral.com.br

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]