O papa Bento 16 incluiu a cidade de São Paulo no roteiro da visita que ele fará ao Brasil em maio de 2007. Segundo nota divulgada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e assinada por dom Cláudio Hummes –arcebispo metropolitano de São Paulo recém nomeado pelo papa prefeito da Congregação para o Clero–, a capital paulista será a primeira cidade que Bento 16 visitará no país.

De acordo com d. Cláudio, o papa desembarcará em São Paulo, mas ainda não há uma data definida. Também está certo que o pontífice terá uma agenda de compromissos na cidade, mas os detalhes não foram confirmados. O mais provável é que isso aconteça antes de 13 de maio, dia em que Bento 16 estará em Aparecida (167 km de São Paulo) para a abertura da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano. Até o momento, apenas as duas cidades estão incluídas no roteiro da visita.

“Meses atrás, num encontro com o papa Bento 16, deixei em suas mãos um convite formal por escrito para que, ao vir ao Brasil para abrir a 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, em Aparecida, Sua Santidade aceitasse visitar também a cidade de São Paulo. Veio agora a resposta afirmativa”, diz o arcebispo na nota.

Em outra nota, d. Geraldo Majella Agnelo, arcebispo de Salvador e presidente da CNBB, confirma que Bento 16 fará a abertura da conferência, que acontecerá no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Segundo ele, o papa também celebrará uma missa no local, que poderá ser acompanhada pelos fiéis.

O pontífice deverá celebrar a missa de cima de um palco de alvenaria que será construído em frente à basílica de Aparecida. Este palco terá 180 metros quadrados e contará com uma cobertura de 350 metros quadrados. É a principal obra prevista para o santuário por conta da visita do papa. O interior da basílica também está passando por reformas para colocação de um novo revestimento feito de tijolos.

Além disso, o município projeta a construção de uma nova avenida, paralela à via Dutra, que servirá para desafogar o trânsito local por conta da visita de Bento 16. Quatro estacionamentos com capacidade para até 2,5 mil ônibus também deverão ser criados. A previsão é que entre 400 mil e 500 mil fiéis sigam para a cidade para acompanhar a visita do papa.

Fonte: Folha Online