A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira apontou que a maior parte dos entrevistados defende a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Segundo a pesquisa, 83% deles acreditam que essa medida pode diminuir o número de crimes.

Outros 83% também defendem o uso das Forças Armadas no combate à criminalidade.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre os dias 19 a 23 deste mês, em 146 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Segundo o diretor de Relações Institucionais da Confederação Nacional da Indústria, Marco Antonio Guarita, a CNI pediu um levantamento específico sobre segurança pública porque essa é a área com pior avaliação do governo.

Essa parte da pesquisa mostra também que 43% dos entrevistados acreditam que ações sociais, como educação e formação profissional para os jovens, são mais adequadas para diminuir a violência no País. Outros 32% preferem o emprego da repressão policial sobre os criminosos. Já 24% dos entrevistados acham que a combinação das duas políticas trará melhores frutos.

De acordo com o levantamento, 46% dos entrevistados avaliaram que a segurança pública piorou no Brasil nos últimos dez anos. Outros 27% disseram que a situação está igual e 25% responderam que ela melhorou.

A pesquisa mostra que 53% dos pesquisados avaliam a questão da segurança como ruim ou péssima, 29% disseram que a questão é regular e outros 18% classificaram como boa ou ótima.

Fonte: Terra