Não sei quando…

Não sei como…

Mas sei que vai acabar!

O problema é muitos se acabarão juntamente…

Quem dera entendessem!

Como seria bom que se convertessem de seus maus caminhos!

Mas não…

Eles parecem ser o exato cumprimento do que a Palavra diz sobre falsos profetas e comerciantes do povo…

Peço misericórdia sobre todos!

Entre-tanto…

Parece que estão a cada dia mais pedrados!

Quero-lhes todo o bem que o Evangelho lhes poderia trazer…

Toda-via, por nenhuma via parecem querer a via…

Estão no caminho largo…

Vivem sob os umbrais da porta do engano…

São mercenários!

Quando o terror chegar… todos eles fugirão!

Não têm cuidado das ovelhas…

Servem aos seus próprios ventres…

São pastores de si mesmos…

Transformaram a Graça do nosso Senhor em libertinagem ou em comercio vil…

Deus os salve do que inevitavelmente lhes virá se não se arrependerem e derem fruto público de arrependimento!

Judas, o irmão de Jesus concorda comigo. Pedro e Paulo também. Tiago me dá corroboração. E Jesus diz: “Ai deles”.

Que dizer? Nada dizer?

Ora, não posso. Meu coração fica consumido de angustia!

Transformaram o Evangelho em babugem de porcos!

Senhor, realiza a obra de Tua verdade sobre todos os que besuntam a verdade com mentiras!

Teu filho, o maior dos pecadores salvo por Tua Graça,

Caio