O que faz uma atriz famosa que já estrelou novela da Globo, aceitar um convite para estrelar um filme pornográfico? Dinheiro, provavelmente é a resposta mais obvia, e parece que foi esse o caso de Leila Lopes, quando decidiu entrar para a industria pornô.

Segundo depoimentos de amigos, a atriz que havia conquistado o Brasil no papel da professorinha da novela “Renascer”, estava enfrentando problemas financeiros e não vinha mais sendo convidada para papéis de destaque por nenhuma emissora.

A fama como já discutimos antes aqui na coluna, é um vício inebriante e tem levado muitas celebridades ao caminho das drogas e de outros vícios. Quem já sentiu o gostinho da fama e se acostumou ao padrão de vida de celebridade, dificilmente consegue suportar a perda desse status. O pior é que, com raras exceções, todas a carreiras artísticas tem seus altos e baixos, e a fama de hoje pode virar o ostracismo de amanhã sem a menor cerimônia ou aviso prévio.

Com Leila Lopes não foi diferente; depois do sucesso na novela “Renascer” em 93, ainda chegou a fazer algumas outras novelas na Globo, mais não demorou a sair da lista de atores de primeiro time, e foi sendo rebaixada a pequenos papéis em produções medíocres, tipo “Malhação”. Em 97, Leila fez seu primeiro ensaio nu e em 2008, quando já estava sem muitas opções à vista, terminou entrando na industria pornográfica.

Depois que Alexandre Frota abriu as portas do cinema pornô para atores conhecidos do grande publico, nem é assim tão surpreendente ver alguma ex-celebridade enveredando por essa indústria nefasta, mas a “professorinha” de “Renascer”? por essa ninguém esperava. A industria pornográfica tem crescido tanto no Brasil, que já está virando opção “válida” para muitos atores e até mesmo Gretchen, que se dizia evangélica, acabou entrando nessa. Mas, esses produtores sem escrúpulos só procuram atores e atrizes decadentes e em situação de desespero; esses vermes sabem que para quem não tem mais fama e dinheiro, um cheque polpudo e a chance de voltar à mídia, são atrativos irresistíveis, mesmo quando se faz necessário sujeitar-se a cenas de sexo explícito.

A vida de Leila Lopes foi tomando ares de tragédia por volta de agosto desse ano, quando ela precisou ser internada com dores fortíssimas na região do abdômen. Posteriormente, foi diagnosticada uma endometriose e Leila precisou se submeter a uma histerectomia. Quando todos haviam pensado que o susto havia passado, Leila Lopes foi encontrada morta em seu apartamento no início de Dezembro. Tudo leva a crer que se tratou de um suicídio e até mesmo uma carta-testamento foi encontrada, onde a atriz dizia que havia vivido uma boa vida, viajado e ganhado dinheiro e que apenas não queria envelhecer e sofrer.

Por mais triste que seja a história de Leila Lopes, nada justifica sua entrada no submundo da pornografia; filme pornográfico é o mesmo que prostituição. Melhor seria arrumar um emprego normal, ou dar aulas de teatro, enfim se acostumar com a vida longe da fama. E depois que se entra nessa indústria, dificilmente consegue-se arrumar trabalho em filmes ou novelas. Fica-se para sempre com a pecha de ator/atriz pornô.

Ninguém pode saber ao certo o que se passou na cabeça de Leila Lopes quando decidiu pôr fim à sua vida, mas a derradeira carta traz uma frase bastante enigmática quando diz: “não estou desistindo da vida, estou em busca de Deus”. Isso sim é o mais triste de tudo, pois se era verdade, então ela não precisaria ter passado pelas situações tortas que passou e poderia ter mudado radicalmente sua triste vida. talvez ela estivesse buscando no lugar errado e procurando Deus onde ele não habita. Tudo o que podemos esperar é que nos últimos instantes , quando ainda sob o efeito do veneno que tomou, Leila tenha tido uma ultima chance de encontro com Deus e se arrependido de todos os erros que cometeu ao longo de sua curta vida.

Um abraço,

Leon Neto