Randall Wallace teve uma infância bem humilde, sem nenhum glamour. Nasceu em uma cidade pequena do estado do Tennesse e se mudou para uma cidade ainda menor quando seu pai perdeu o emprego de quase vinte anos e teve um colapso nervoso.

Depois disso, enquanto seu pai se recuperava, a família passou por grandes dificuldades financeiras e chegou a morar em uma casa sem água corrente, na cidade de Lynchburg, na Virginia. Durante esse tempo todo, a família de Randy jamais deixou de levar os filhos à igreja batista todos os domingos e de prover a todos uma educação cristã bem sólida. Aos poucos o pai de Randy foi se recuperando e com o passar dos anos conseguiu sustentar a família e dar a chance de Randy ir para a faculdade.

Randy conseguiu ser aceito na prestigiada Duke University, na Carolina do Norte, onde estudou Russo, religião e literatura, certamente um grande passo para quem teve uma origem tão humilde. Inicialmente ele pensou em se tornar um pastor, mas logo viu que esse não era o seu chamado. Durante esse processo de decisão ao conversar com um pastor seu amigo, ouviu dele que o pastorado não era necessariamente mais importante do que qualquer outra profissão e que o que ele deveria buscar era a vontade especifica de Deus para sua vida. Assim, logo que se formou, Randy se mudou para Nashville onde decidiu tentar a carreira artística. O melhor que ele consegui na época foi um emprego em um parque de diversões, onde dirigia um show infantil de animais falantes. Mas não demorou muito para que ele conhecesse o produtor de televisão Stephen J. Cannell,que o convidou para ajudá-lo com uma série de televisão nos anos 80 que não vinha bem em termos de audiência. Depois do sucesso com esse projeto , Randy começou a fazer seu nome em Hollywood como produtor, diretor e escritor e em pouco tempo já transitava no meio artístico com facilidade.

O grande momento de sua carreira veio logo depois de um momento extremamente difícil onde, durante uma greve de escritores , Randy teve seu contrato cancelado pelo estúdio e ficou sem ter como tocar seus projetos ou mesmo sustentar sua família. Enquanto vivia aqueles dias difíceis, Randy começou a pesquisar sua genealogia e descobriu que tinha uma ligação distante com um revolucionário escocês do século 13, chamado William Wallace. Randy foi ficando cada vez mais fascinado com história de seu parente escocês e não demorou muito para escrever o roteiro de “Coração Valente”, que terminou se tornando uma das produções cinematográficas mais bem sucedidas de todos os tempos. Após “Coração Valente”, Randy produziu os filmes “O Homem da Máscara de ferro” com Leonardo Di Caprio, “Pearl Harbor” e “We Were Soldiers”, que também dirigiu. Atualmente criou sua própria produtora e continua dirigindo e produzindo filmes de primeira linha em Hollywood. Sua mais recente produção é o filme “Secretariat” sobre um cavalo que venceu o Kentucky Derby na década de 70.

Randy Wallace apesar de todo o sucesso, continua fiel à sua fé cristã e jamais abandonou suas origens batistas, mesmo quando pressionado por Hollywood para ser politicamente correto ou abordar temas ligados à esquerda Americana. Seus filmes invariavelmente tratam sobre heroísmo, superação diante das dificuldades e principalmente valores cristãos, algo bastante raro na industria de Hollywood.

Por todas essas razões, Randy Wallace foi convidado para ser o orador oficial da formatura da Liberty University sábado passado. Randy falou para uma multidão de 30 mil pessoas, entre formandos, professores e convidados, quando contou de forma bem humorado fatos de sua trajetória de vida e detalhes das produções famosas. Randy nos fez rir em muitos momentos, mas trouxe uma mensagem extremamente positiva e importante para nossos alunos, mostrando que não existem barreiras para quem tem fé e que Deus é sempre fiel para com o seu povo.

Randy Wallace é um alento em um meio onde imperam a promiscuidade, o liberalismo e a violência. Seus filmes ao contrário da maioria dos que chegam às telas de cinema no mundo todo, inspiram e nos desafiam a buscar o nosso melhor e o melhor para o próximo.

Randy é a prova de que Deus pode usar qualquer um de nós em qualquer meio, qualquer profissão para ser sal da terra e luz do mundo.

Um abraço,

Leon Neto