Cristãos estão cada vez mais bombando nas redes sociais e jogando uma pá de cal na pecha “de que crente é tudo tapado”

Muitas vezes, eles estão ali, cheios de “graça” – em ambos os sentidos. Em outras, com seriedade, abordam assuntos polêmicos com base nas escrituras bíblicas. Diferenças de estilo à parte, o fato é que os cristãos estão cada vez mais bombando nas redes sociais. E, de quebra, jogando uma pá de cal na pecha “de que crente é tudo tapado”, como diz a vlogueira, jornalista e escritora Fabiana Bertotti, 32. “Podemos ter visões amplas e diversas”.

Como outros cristãos, a moça tem milhares de inscritos em seu canal. “Falo em nome de uma pessoa cristã para outras pessoas cristãs sobre temas diversos (vaidade, tatuagens), alguns ainda tabus (como masturbação). Como não tenho a ‘capa’ de um líder religioso, não tenho a preocupação ‘ah, os membros da minha igreja não vão me aceitar’. Assuntos que são tabus para igrejas, para mim não são. Não vou sofrer punições por isto; posso me dar ao luxo de falar o que penso”.

O vlog de Fabiana nem sempre teve inclinação cristã: no início, ela postava conteúdo jornalístico. Ao alterar o roteiro, a surpresa: “no segundo post, tive 7 mil views no primeiro dia. Me senti pelada em praça pública. No terceiro, deu 30 mil na primeira semana. Quase enfartei”, brinca.

Hoje, o canal tem o objetivo de incentivar as pessoas a estudarem a Bíblia “por elas mesmas”. “Se puder despertar numa décima parte das pessoas que me veem o desejo de ler mais a Bíblia e terem um encontro com Cristo… vai ser a grande alegria da vida. Não quero que me sigam, mas que sigam a bíblia”, frisa.

Membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Fabiana é baiana de Maetinga e mora, atualmente, em Londres. Ela é colunista, palestrante e autora de três livros, sendo que o mais recente está prestes a sair do forno sob o título de “Uma Nova Mulher em 30 Dias”.

[b]Cristão Comédia
[/b]
“Faaala galera abençoada”. Quem acompanha Samuel Rodrigues, 19, no canal “Cristão Comédia”, certamente lembrou, agora, do som desse bordão. Há cerca de um ano e meio, o rapaz vem postando vídeos recheados de bom humor, quase sempre com situações típicas do cotidiano dos cristãos.

Em consonância a Fabiana, para ele, a maior felicidade está em conseguir tocar alguém com os vídeos que faz. “Já ouvi gente que estava afastado da igreja e voltou, depois que me viu. Outros dizem que decidiram mudar devido a uma palavra minha. Quando vejo que (um post) traz uma edificação, me motiva muito”, destaca.

Filho de pastor, Samuel é paulista e veio para Minas por volta dos 4 anos de idade. Morando com a família, em Lagoa Santa, ele planeja, como próximo passo, ingressar na faculdade de Cinema e Audiovisual. “Me apaixonei por isto por causa do vlog”, assume ele, que possui aproximadamente 35,6 mil inscritos e quase 780 mil views.

[b]”Espaço privilegiado para apresentar a verdadeira face de Cristo”
[/b]
O padre Chrystian Shankar – mineiro de Itaúna e pároco em Divinópolis – não imaginava que poderia alcançar tantos views no YouTube. Em 2012, foi pego de surpresa ao postar um vídeo em seu canal, “Luz e Vida”. “Quando tínhamos 200 acessos por semana era a maior comemoração. Mas um dia, tudo mudou… Numa homilia, abordei o tema do namoro nos dias atuais: alegrias e desafios. Em uma parte do sermão, cito os 10 conselhos para arrumar namorado. Essa pequena parte foi colocada no YouTube e o número de acessos foi assustador! Na primeira semana, mais de 1 milhão!”.

O canal registra, atualmente, mais de 130 vídeos e 12,6 milhões de visualizações. O espaço tem, por objetivo, “transmitir a mensagem do Evangelho atualizada nos dias de hoje”, abordando assuntos como espiritualidade, relacionamento interpessoal e qualidade de vida. “Mas o foco central é o casamento e a família. Recebemos centenas de testemunhos (do Brasil e além fronteiras) de pessoas que tiveram as suas vidas transformadas colocando em prática os conselhos dos vídeos. Isso é muito gratificante”, completa o pároco.

[b]Meio de evangelização
[/b]
O sucesso dos cristãos nas redes sociais é um indício de que há muitos interessados neste tipo e conteúdo. Por este motivo, o padre Chrystian considera que a Igreja Católica deveria aproveitar mais a internet para evangelizar.

“O aumento de pessoas no Facebook e assíduos no YouTube propicia um espaço privilegiado para a Igreja apresentar a verdadeira face do Cristo, que é a presença de amor, esperança e bondade para os homens”, opina.

O sacerdote enfatiza, ainda, o grande potencial das redes sociais no mundo contemporâneo e afirma que a igreja não pode desmerecer estas vias de comunicação. “Por causa dos vídeos do YouTube, já viajei para o Paraguai, Uruguai e Europa para participar de congressos e encontros. A maioria das pessoas conheceu nosso trabalho e palestras primeiramente pelo Youtube, depois pela TV. O YouTube tem se mostrado um meio poderoso de evangelização”, reforça.

[b]Ser crente não exclui ser descolado e atualizado
[/b]
Em 2011, o pastor Nelson Junior lançou a campanha “Eu Escolhi Esperar”, em Vila Velha (ES). O sucesso extrapolou os limites do estado e é, hoje, um dos maiores do Brasil no meio evangélico. Segundo Nelson, desde o início foi notável a adesão dos adeptos nas mídias sociais. Só no YouTube, são cerca de 300 mil inscritos e 8,5 milhões de acessos.

De forma bem humorada em boa parte das vezes, a campanha aborda, especialmente, dois pontos: sexualidade e vida sentimental. Uma das bandeiras defendidas é não fazer sexo antes do casamento. “A mídia distorce e a igreja sempre tratou o assunto como tabu. Estamos aqui para achar o meio termo entre os extremos. Mostrar que sexo é algo lindo, um presente de Deus, mas que, como tudo na vida, tem limites. Há hora certa para ser vivenciado, assim como para todas as coisas”, argumenta o pastor.

Apesar de ser do tempo em que a igreja usava retroprojetor para disponibilizar as letras das músicas ao público, como ele mesmo diz, Nelson se mostra antenado e, de maneira geral, aprova o conteúdo disponibilizado. “Não é por que é de crente que não pode ser atualizado, descolado e atrativo, certo?”, desafia.

64,6% da população brasileira é católica e 22,2% é evangélica, segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Um dos assuntos mais pedidos entre os usuários cristãos é explicações bíblicas sobre tatuagem. Fabiana Bertotti conta qual é a sua opinião sobre o tema:

Samuel Rodrigues (Cristão Comédia) questiona se cristãos estão cantando “mentiras musicais”:

Padre Chrystian Shankar bomba com vídeo com 10 conselhos para arrumar alguém:

Nelson Junior (Eu Escolhi Esperar) mostra como não escolher o parceiro errado:

Um dos assuntos prediletos do pastor Cláudio Duarte é casamento. Veja só o que ele diz sobre o tema:

Fabiola Melo ensina a ser notada pelo “boyunção”:

[b]Fonte: Hoje em Dia[/b]