Uma reportagem do O Globo dizia que o ministro estaria usando seu cargo na pasta de Pesca para trazer filiações ao PRB.

O pedido de análise sob a conduta de Marcello Crivella (foto abaixo) como Ministro da Pesca foi arquivado pela Comissão de Ética da Presidência da República.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da coluna Radar On-line, o pedido foi feito por Rubens Bueno, líder do PR, baseado em uma reportagem do jornal O Globo que noticiou sobre a filiação de dirigentes de entidades sindicais ao partido PRB, do qual Crivella faz parte.

A reportagem foi publicada em maio com o título de “Crivella usa cargo de ministro para atrair líderes sindicais e fatura com projeto de habitação”. O texto de Alessandra Duarte levantava questões sobre a atuação do ministro em outros projetos e a participação de candidatos do PRB em inaugurações de programas tanto ligado à pasta de Pesca como em outras atividades como um programa de habitação no Rio de Janeiro.

Um dos recém filiados ao partido seria o presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), Abraão Lincoln, que agora é presidente do partido no estado do Rio Grande do Norte.

Quem também se filiou ao partido de Crivella foi Hélio Braga, o presidente da Federação de Pescadores de Rondônia. Outro nome citado na reportagem foi o de Marcos Pereira, presidente da Federação de Pesca de Alagoas que na data da publicação da reportagem ainda não tinha assinado com a legenda.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]